Thursday, April 19, 2012

Pet Peeves

pet peeve (or pet hate) is a minor annoyance that an individual identifies as particularly annoying to him or her, to a greater degree than others may find it.

Pet Peeves é praticamente aquela coisinha mínima que alguém faz mas que mexe com os teus nervos. São sempre coisas muito especificas e pessoais. Aqui vão os meus:


1. Respiração audível

A menos que sejam o Darth Vader, tenham mesmo um problema com as vias respiratórias ou estejam a ter um ataque de asma....lamento mas odeio respirações audíveis. Na realidade foi graças a isto que me lembrei de fazer este post. Estava eu hoje deitada na cama mas acordada porque a casa cheirava a couve e isso estava-me a dar uma fome desgraçada. Quando da cozinha (que fica a duas divisões do meu quarto) oiço a respiração do homem que estava a arranjar a luz da cozinha. Epá! Estão a ver quando soltam o vapor do ferro de engomar? Esse som? Era a respiração do homem. É isso e pessoas que teimam em não assoar o nariz e ouve-se aquela respiração de quando as pessoas estão a dormir e pré-ressonar. Não sei quanto ao resto do mundo mas eu não consigo estar bem se ouvir a minha respiração....mexe-me nos nervos!!!

2. Comer de boca aberta e posterior barulho

Por mim se as pessoas querem comer de boca aberta tudo bem! Mas agora ninguém é obrigado a ver o bolo alimentar de outrém. É nojento. Então quando se junta boca aberta + som que se faz a mastigar de boca aberta = a minha digestão não fica feita de tanto nojo. 

3. Esteticistas que me tocam nos pés sem qualquer razão aparente

Ora não sei se sabem eu tenho uma relação ódio/ódio com pés e não gosto MESMO nada que me toquem nos pés. Então quando estou de cuequinha na maca à espera da matança que é fazer depilação a cera e as vacas põem-me as mãos nos pés só porque sim eu: 

4. Apitar sem razão

Nas passadeiras, semáforos vermelhos ou cruzamentos. Dá-me vontade de sair de onde estou, chegar ao pé da pessoa que apitou e esmagar o seu crânio com um taco de baseball. Não há razão para apitar em certas situações a não ser para ser um anormal fdp. Então quando há filas e apitam....passo-me!! Quer o quê? Que os carros passem por cima uns dos outros? GRR

5. Pessoas que expressam a sua falta de auto-estima demasiadas vezes

Dreads...eu também tive problemas com o meu corpo. Sempre desejei ter o corpo assim ou assado. Mas agora aquelas miúdas que se põem constantemente com "Quem me dera ser assim, ai se eu fosse assado, o meu corpo é uma merda..." e depois põem nos blogs fotos de raparigas bonitas e tal "ai se eu fosse como ela, ai se as minhas mamas fossem igual às dela". Epá...com demasiadas queixas deixo logo de ter pena delas, perdão. Depois também há aquelas que põem no status do Facebook "Sou horrível!" à espera que alguém vá lá e diga "Omgosh não és nadaaaaaaaahhhh" Podem ter problemas de auto-estima à vontade agora gritar isso para o mundo 24/7 não! 

6. Mandarem-me calar

Não é bem o "cala-te" que me irrita. É o "shh", "menos" ou "pianiiinho" que faz soltar a besta negra que há em mim. 


De momento não me lembro de mais nenhum....mas adorava saber os vossos meus caros fieis seguidores =)

3 comments:

  1. Odeio que estejam a olhar para mim só porque sim, a observar aquilo que eu estou a fazer porque não têm mais nada que fazer! Passo-me completamente!

    A do mastigar com a boca aberta também, é nojento!

    Num coro, quando uma pessoa chega, não sabe o que é para fazer ou não sabe o que se vai cantar, mas mesmo assim faz/canta, mas tudo mal, como é óbvio. E ninguém diz nada. Eu também não o costumo dizer, fico ali a moer por dentro, mas já o fiz uma vez, portanto, imaginem como é que aquilo devia estar a soar! XD

    ReplyDelete
  2. Tenho pensado ultimamente e o meu pet peeve nº1 é: quando certas pessoas lambem ligeiramente a ponta do dedo (para mim parece que quase enchem o dedo de saliva) para de seguida virar a página ou alguma folha. Acho nojento e fico completamente arrepiada com os nervos por dentro.

    ReplyDelete
  3. - Lamber o dedo para virar a pagina;

    - Birras de putos;

    - Velhos a cuspir para o chão;

    - "Puxar o ranho para dentro audivelmente";

    - Quando as pessoas põem cedilhas onde não devem por;

    - raspar o prato, iogurte, entre outros recipientes, infinitamente;

    - raspar as unhas em cartão...

    hei-de lembrar-me de mais uns quantos

    ReplyDelete