Sunday, September 16, 2012

Ás armas, Ás armas!

Não vou escrever muito sobre as manifestações. Foram bem feitas e confesso que fiquei orgulhosa dos portugueses que, em quase um milhão de pessoas a manifestar-se, só umas três foram detidas. Muito bem! Também me orgulhei da polícia que, ao contrário de uma manif há uns meses atrás, se passou completamente, nesta estava calma e serena...quase que também num protesto silencioso. Estavam ali porque, enfim, também têm de ganhar o seu dinheiro não é?

O que me custa mais é saber que provavelmente, enquanto todos se manifestavam (e havia realmente pessoas emocionadas com aquilo!), devia estar o Coelho e os outros cabrões no bem-bom dentro da sua casa, a comer marisco, a beber cerveja e a rirem-se de algum programa da televisão. Sim, porque o senhor depois de anunciar que ia tirar ainda mais ao povo, foi com a mulherzinha (que está sempre sorridente, curiosamente), ver um concerto e divertir-se muito. Era só o que faltava ter ido ao concerto de graça!
A manif deve-lhe ter entrado por um ouvido e saído por outro. Que cabrão dum cacete!

Bem...mas não é só de manifestações que se faz uma "revolução"! Vejam o exemplo da Islândia e vejam este documentário:

1 comment:

  1. A Islândia tá noutro nível já...

    Rio-me porque até neste post tinhas de mencionar o marisco!

    ReplyDelete